Páginas

segunda-feira, 18 de maio de 2015

Atenção total

O momento exato que Helio Castroneves enxergou o mundo de ponta cabeça:
alerta ligado em Indianápolis! (foto: Joe Watts / AP)
No próximo domingo teremos a 99ª edição das 500 Milhas de Indianápolis. Mas um problema vem trazendo certa preocupação à prova.

Um não. Três!!

Os três causados por pilotos que usam os kits aerodinâmicos da Chevrolet.

Como mostra a foto acima, Helio Castroneves foi uma das vítimas que decolaram ao bater no muro. Josef Newgarden e Ed Carpenter também viram o mundo de cabeça pra baixo.

Por sorte, foi só o susto com os três.

Nesta edição de 2015 os carros estão atingindo velocidades altíssimas. O próprio Castroneves, no sábado, registrou uma média de velocidade de 373,5 km/h, o que fez da volta a mais rápida do século e a segunda mais veloz da história, só perdendo para Eddie Cheever que, em 1996, fez 375,1 de média.

Ver um carro monoposto decolando nunca é legal de ver. Basta lembrarmos da terrível batida múltipla que aconteceu em Las Vegas, em 2011, que vitimou fatalmente o inglês Dan Wheldon. A diferença é que, na época, os chassis eram bem frágeis e o santantônio arrebentou no contato com a grade de proteção.

Os três acidentes desta semana mostraram o quanto o carro atual da IndyCar é bem seguro, tanto que os pilotos saíram sem nenhuma fratura ou ferimento grave. Mesmo assim, existe a preocupação de que algo mais sério possa acontecer. Esperamos todos que fique só na preocupação.

Anunciar a morte de algum piloto que faleceu durante uma corrida não é nada legal!

Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google+ Adicionar ao Tumblr Adicionar ao Linkedin Adicionar ao Blogger Adicionar ao Wordpress Enviar por e-mail Imprimir

Nenhum comentário:

Postar um comentário

OBS: Comentários anônimos serão excluídos. Para inserir o seu nome, basta clicar em "Nome/URL". Não é necessário preencher o campo URL caso não tenha!

No lugar do nome, podem colocar o Twitter, o e-mail ou o site pessoal. Mas não pode ficar anônimo!