Páginas

quarta-feira, 22 de abril de 2015

Tri a caminho

"É, acho que virei segundão, mesmo..."! (foto: AP)
Dois dias atrasado. Mas aqui está o resumo do fim de semana do esporte a motor:

1- Lewis Hamilton reina soberano na Fórmula 1. Se o carro teve problemas, coube à sorte fazer com que o inglês não tivesse maiores consequências na prova. Vitória e liderança tranquila no campeonato. Já seu companheiro de equipe, Nico Rosberg, também teve problemas, mas sofreu mais. Perdeu o segundo lugar para Kimi Raikkonen e vai vendo cada vez mais perto a cadeira permanente de segundo piloto da equipe.

2- Em que pese os problemas que teve na volta de apresentação, o décimo lugar de Felipe Massa foi muito bom. Quem ficou devendo foi a Renault, que quebrou mais um motor no ano de 2015. Ou a FIA libera logo o descongelamento dessas unidades de força ou a categoria terá um longo período sonolento e insosso. A boa notícia foi ver Fernando Alonso passando ao Q2 com a McLaren e chegando ao fim da prova. Um alento para a equipe.

3- A Ganassi reagiu! Scott Dixon venceu em Long Beach e espantou um pouco da má sorte que o acompanhava. O ruim da corrida foi ver Helio Castroneves, ao que parece, "acomodado" com o segundo lugar. Para ser campeão, precisa ser mais arrojado. Não sei o que se passou na cabeça dele, mas se ele atacasse o neozelandês, poderia ter vencido.

Momento do toque entre Marc Marquez e Valentino Rossi: o
multicampeão voltou de vez! (foto: reprodução TV)
4- Mais um show do Mundial de Motovelocidade, desta vez na Argentina. Na Moto3, a maior diferença entre primeiro e segundos colocados. Danny Kent sobrou de novo. Na Moto2, enfim, Johan Zarco faturou o primeiro posto, após conviver com o azar no Qatar e ser segundo nos Estados Unidos.

5- Mas o show tinha que vir de Valentino Rossi. Perto de completar 40 anos, o multicampeão fez o que todo torcedor quer ver: um Rossi sem medo de errar e partindo pra cima dos adversários como um leão faminto ataca suas presas. Largando em oitavo, o italiano da Yamaha não tomou conhecimento de ninguém. Nem mesmo do bicampeão Marc Marquez que, afobado, tomou a ultrapassagem, quis dar o troco de imediato, tocou na moto #46, caiu e abandonou, perdendo 20 preciosos pontos. Pra quem imaginava o Doctor decadente e perto da aposentadoria...

Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google+ Adicionar ao Tumblr Adicionar ao Linkedin Adicionar ao Blogger Adicionar ao Wordpress Enviar por e-mail Imprimir

Nenhum comentário:

Postar um comentário

OBS: Comentários anônimos serão excluídos. Para inserir o seu nome, basta clicar em "Nome/URL". Não é necessário preencher o campo URL caso não tenha!

No lugar do nome, podem colocar o Twitter, o e-mail ou o site pessoal. Mas não pode ficar anônimo!