Páginas

sexta-feira, 20 de março de 2015

O exemplo que temos

Dilma Rousseff assina a MP: boa medida para os clubes, mas é uma
afronta à quem é honesto! Agora, que se fiscalize!
E ele deve sair do papel.

Ontem, a presidente Dilma Rousseff assinou a medida provisória que permitirá aos clubes de futebol parcelarem suas dívidas em até 20 anos. A assinatura foi no próprio Palácio do Planalto e contou com a presença de dirigentes dos clubes, do ministro dos esportes e do goleiro Dida, representante do Bom Senso FC.

O texto ainda passará pelas mãos de uma comissão, que fará - se preciso - as alterações necessárias. Depois, vai para votação na Câmara e no Senado para, aí sim, Dilma vetar ou sancionar.

A contrapartida é que os clubes terão de publicar demonstrações contábeis padronizadas e auditadas por empresas independentes; pagar em dia todas as contribuições previdenciárias, trabalhistas e contratuais, incluindo direito de imagem; gastar no máximo 70% da receita bruta com o futebol profissional; manter investimento mínimo e permanente nas categorias de base e no futebol feminino; não realizar antecipações de receitas previstas para mandatos posteriores, a não ser em situações específicas; adotar cronograma progressivo dos déficits que deverão ser zerados a partir de 2021 e respeitar todas as regras de transparência previstas no art. 18 da Lei Pelé.

Além disso, as dívidas deverão ser pagas de 2% a 6% nos primeiros 36 meses e saudadas de 120 meses a 240 meses. Os clubes que desrespeitarem as regras poderão ser rebaixados de divisão e todos os que praticarem gestão temerária serão responsabilizados.

DUVIDO!!!

Então quer dizer: os clubes gastam um horror com salários e prêmios astronômicos, fazem caixa dois, pedem empréstimos a rodo, financiam torcidas organizadas, cobram um absurdo no preço dos ingressos, muitas vezes, para os torcedores sentarem no cimento... e ainda tem facilidades para pagar as dívidas??

Esse é o país que nós temos, realmente, onde sempre quem fez as bostas saiu-se beneficiado.

Será que o Governo não facilita o pagamento da minha dívida que eu tenho no banco? Em contrapartida, prometo trabalhar direitinho sempre. Ah, vão pro inferno, todos!

Outra coisa: como um clube que mal tem receita vai pagar uma dívida? Pego o exemplo do Botafogo, que só agora teve o Engenhão de volta. O clube deve mais de 700 milhões e mal tem ganhos para pagar seus jogadores, por vezes recorrendo a patrocinadores pontuais. Como será a fiscalização? Como o Governo vai observar se realmente a dívida está sendo paga e que o clube não recorrerá a mais empréstimos e adiantamento de cotas?

Torço muito para que dê certo, para que os clubes respeitem seus ganhos, não gastem mais do que podem (mesmo que signifique equipes sem estrelas) e, dentro da contrapartida, as categorias de base e o futebol feminino saiam fortalecidos.

Mas não ponho minha mão no fogo por eles, jamais!

Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google+ Adicionar ao Tumblr Adicionar ao Linkedin Adicionar ao Blogger Adicionar ao Wordpress Enviar por e-mail Imprimir

Nenhum comentário:

Postar um comentário

OBS: Comentários anônimos serão excluídos. Para inserir o seu nome, basta clicar em "Nome/URL". Não é necessário preencher o campo URL caso não tenha!

No lugar do nome, podem colocar o Twitter, o e-mail ou o site pessoal. Mas não pode ficar anônimo!