Páginas

terça-feira, 25 de novembro de 2014

Bandeirada - Episódio 90

"Meeeeuuuu Bandeiraaaadaaaa".

Tá, eu sei que ficou uma porcaria, mas é só uma forma de homenagear o maior intérprete de samba-enredo do mundo: Jamelão.

Sendo assim, eis aqui mais um Bandeirada. Por conta de um torcicolo, este gordo radialista que vos escreve deu lugar na apresentação a Erick Von Draxeler, que faz a função com maestria (já fazia isso no Mesa de Boteco). Ele, juntamente com Vinícius Afonso, Diego Maulana e Washington Luiz (sim, ele largou a putaria pra gravar com a gente - estava previsto só pra 2015) debateram o título mundial de Lewis Hamilton, após sua vitória no GP dos Emirados Árabes.

Justo no fim de semana que Felipe Massa fez sua melhor apresentação desde o esquecível "Alonso is faster than you", em Hockenheim-2010.

Também falamos da ida de Sebastian Vettel para a Ferrari e do estado de saúde de Jules Bianchi e Michael Schumacher. E mais: Brasileiro de Marcas, GP2, GP3, Fórmula E e WEC, com a repercussão da confirmação de Emerson Fittipaldi como piloto na categoria GTE-Am, pela Ferrari.

O "Pilotos da História" homenageou o aniversariante da última semana, Jacques Laffite. O "Momentos Clássicos" relembrou alguns dos resmungos clássicos do esporte a motor, mais conhecidos como "chororô". Dentre todas as citadas, relembro outras duas: em 2000, Barrichello chiou da performance do carro em Nurburgring e Jean Todt só respondeu: "Rubens não guiou do jeito que a gente queria".

Outra é clássica e, pra mim, a mais emblemática: Alonso x Massa, também em Nurburgring, em 2007. O espanhol ultrapassa o brasileiro depois de uma batalha épica, vence, mas reclama nos boxes porque Massa tocou seu carro, mostrando até a marca do pneu na lateral da McLaren. Na "sala VIP" do pódio, o bicampeão foi reclamar com Felipe, que soltou um "vai cagar" em alto e bom som italiano.

E pra vocês, ouvintes? Qual foi o melhor chorume??

Para ouvir o programa? Clique aqui e faça o download ou logue no 4shared para dar PLAY abaixo!


Aliás, por falar em Alonso, o Washington, ainda irritado com o título da Toyota no WEC (ele e outros automaníacos, teimosos ao extremo, nunca vão entender que a mítica prova de Le Mans agora faz parte de um CAMPEONATO, tal qual as 500 Milhas de Indianápolis), resolveu fazer outra aposta: se vestir de baiana caso o espanhol, que deverá correr na McLaren no próximo ano, ganhe um campeonato - segundo o careca - até 2018.

Primeiro: é fácil apostar em algo difícil de acontecer. Quero ver apostar, por exemplo, que o Vettel não ganha com a Ferrari. Segundo: isso tudo é uma desculpa. No fundo, ele tá doido pra se vestir de baiana - deve ser algum desejo sexual. Então, a postagem encerra com um dos maiores sambas que falam sobre a Bahia. Quem sabe não inspira nosso comentarista "mistura de Ronaldo Giovanelli com Chico Lang" a se fantasiar logo?

"Kaô, meu pai Xangô..."!



Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google+ Adicionar ao Tumblr Adicionar ao Linkedin Adicionar ao Blogger Adicionar ao Wordpress Enviar por e-mail Imprimir

Nenhum comentário:

Postar um comentário

OBS: Comentários anônimos serão excluídos. Para inserir o seu nome, basta clicar em "Nome/URL". Não é necessário preencher o campo URL caso não tenha!

No lugar do nome, podem colocar o Twitter, o e-mail ou o site pessoal. Mas não pode ficar anônimo!