Páginas

sábado, 13 de setembro de 2014

Padrinho na história

Lucas Di Grassi comemora a vitória: merecido para quem abraçou a
categoria desde o início! (foto: Reuters)
Por vias tortas, a justiça foi feita!!

Neste sábado tivemos a história sendo escrita no esporte a motor, com a primeira etapa da Fórmula E, disputada nas ruas do Parque Olímpico de Pequim, na China.

E o Brasil tem o primeiro vencedor da história da categoria: Lucas Di Grassi foi o vencedor, depois que Nicolas Prost e Nick Heidfeld bateram na última curva.

Os treinos e a corrida foram disputados todos no mesmo dia, para evitar conflitos com as categorias já consolidadas. Na classificação, o filho do tetracampeão de Fórmula 1, Alain Prost, conquistou a pole-position, seguido pelos dois carros da Audi Abt.

Nelsinho Piquet foi o nono, enquanto Bruno Senna foi o décimo nono.

Largada da F-E, com Nicolas Prost mantendo a
dianteira. (foto: Reuters)
Antes da largada, alguns pilotos foram punidos por troca de peças ou problemas no carro. Com isso, Senna pulou para 15ª posição. Sebastien Buemi, Ho-Pin Tung, Michela Cerruti, Stephane Sarrazin e Jarno Trulli perderam posições.

Trulli, aliás, sofreu para dar a volta de apresentação. Na largada, o veterano italiano ficou parado no grid. Correndo em casa, Tung também foi uma decepção completa: largou dos boxes e chegou lá atrás. Só foi notado quando virou retardatário.

Ainda na primeira volta, Bruno Senna atacou demais a zebra interna, usada como limitação de pista, e quebrou a suspensão. O safety-car entrou na pista e lá ficou por quatro voltas.

Prost mantinha-se à frente, seguido por Di Grassi e Abt, os dois pilotos da Audi. Na parte de trás, Franck Montagny começava uma corrida de recuperação e foi ultrapassando todo mundo que viu. Aí começaram as paradas para troca dos carros, já que a bateria ainda não dura uma corrida inteira.

Quem se deu bem foi Nick Heidfeld, que passou de quarto para segundo. Di Grassi caiu para terceiro, seguido por Montagny e Abt. Sam Bird também ganhou algumas posições importantes e colocou-se entre Abt e Piquet, que foi o melhor nas paradas. Porém, seu carro perdeu muito rendimento e o brasileiro acabou ficando para trás.

Na dianteira da corrida, Nicolas Prost começava a enxergar Nick Heidfeld cada vez mais perto, enquanto Di Grassi lutava para se manter em terceiro.

Heidfeld e Prost discutem após a batida na última curva da
corrida, em Pequim! (foto: AP)
Só que na última curva, Heidfeld fez a manobra de ultrapassagem. Prost, sem muita reação, tentou se defender. Tarde demais.

Os dois se tocaram e Heidfeld quase levou a pior: seu carro escorregou de lado e levantou voo ao passar sobre a zebra mais alta da última curva, bateu no guard-rail, deu três piruetas no ar e caiu de cabeça para baixo.

O alemão saiu inteiro do carro (ainda bem) e foi direto tirar satisfações com o francês.



Detalhe: ambos são companheiros de equipe, na Rebellion, no Mundial de Endurance. Olha o climão que ficou para Austin, quando a categoria se reencontrar por lá!!

E vocês pensando que Hamilton-Rosberg é que era rivalidade com ânimos acirrados...

Di Grassi (ao centro) festeja a vitória, com Montagny e
Bird completando o pódio! (foto: Reuters)
A vitória caiu de bandeja para Lucas Di Grassi que, por ser o piloto que desde o início testou, desenvolveu e abraçou o projeto, sem querer, entra para a história de forma mais que merecida. Daniel Abt chegou em terceiro, mas acabou sofrendo uma punição. Quem subiu no pódio foi Sam Bird.

Completaram a zona de pontuação: Charles Pic, Karun Chandhok, Jérôme D'Ambrosio, Oriol Serviá, Stéphane Sarrazin, Nelsinho Piquet e Daniel Abt.

Takuma Sato levou os dois pontos pela volta mais rápida, enquanto a Prost, restou o consolo dos três pontos pela pole position.

A próxima prova acontece no dia 22 de novembro, nas ruas de Putrajaya, na Malásia. Até lá, Di Grassi sente o gosto de ter vencido a primeira prova da história da Fórmula E. O "padrinho" da categoria está em festa!

Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google+ Adicionar ao Tumblr Adicionar ao Linkedin Adicionar ao Blogger Adicionar ao Wordpress Enviar por e-mail Imprimir

Nenhum comentário:

Postar um comentário

OBS: Comentários anônimos serão excluídos. Para inserir o seu nome, basta clicar em "Nome/URL". Não é necessário preencher o campo URL caso não tenha!

No lugar do nome, podem colocar o Twitter, o e-mail ou o site pessoal. Mas não pode ficar anônimo!