Páginas

segunda-feira, 1 de setembro de 2014

A festa do canguru

"Tchau, azar. Esta taça finalmente é minha"! (foto: indycar.com)
Enfim, ele levou! Parecia que seu destino estava fadado a sempre morrer na praia. Mas desta vez, não teve azar que impedisse a conquista.

Will Power, depois de três vice-campeonatos, tem seu nome gravado para sempre na galeria de campeões da Indycar. Tal feito foi coroado com uma prova segura, em Fontana, no último sábado.

A vitória foi de Tony Kanaan, a sua primeira a bordo da Ganassi, o que, em suas palavras, soa como motivação extra para brigar no topo em 2015. Mas os olhos, câmeras e atenções estavam voltados para o carro 12 da Penske.

O australiano chegou em nono. Não era o resultado que lhe garantia a taça. Mas Power foi beneficiado pela punição a Helio Castroneves, por entrar de forma errada nos boxes. Helinho liderava a prova e fica difícil dizer se a punição tirou-lhe o campeonato. Até porque, àquela altura, Kanaan era muito mais rápido.

A prova foi um pouco sonolenta, com poucas emoções, o que só reforça que provas como Laguna Seca, Vancouver, Portland, Elkart Lake, Cleveland e Surfers Paradise têm que estar no calendário.

Sinceramente, não vejo graça em oval para monopostos, já que o risco de acidente fatal é bem maior.

Com o título, a Penske encerra seu longo jejum de oito anos. Desde 2006, a equipe de Roger Penske não tinha um campeão.

E que venha 2015. Porque, sem o peso nas costas, o campeonato tende a ser muito disputado! Até lá, a festa vai para a terra dos cangurus. Parabéns, Power!

Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google+ Adicionar ao Tumblr Adicionar ao Linkedin Adicionar ao Blogger Adicionar ao Wordpress Enviar por e-mail Imprimir

Nenhum comentário:

Postar um comentário

OBS: Comentários anônimos serão excluídos. Para inserir o seu nome, basta clicar em "Nome/URL". Não é necessário preencher o campo URL caso não tenha!

No lugar do nome, podem colocar o Twitter, o e-mail ou o site pessoal. Mas não pode ficar anônimo!