Páginas

quinta-feira, 3 de julho de 2014

Os oito melhores

Foi sofrido. Mas o Brasil chegou às quartas de final! (foto: AP)
A Copa do Mundo chega às quartas de final.

E pela primeira vez os oito times que lideraram seus grupos na primeira fase chegam nas quartas de final. A partir de amanhã, muita disputa em jogo. E bastante equilíbrio.

Equilíbrio que foi a marca do confronto brasileiro contra o Chile. Empate no tempo normal, na prorrogação e tensão nos pênaltis nos levaram às quartas de final. Sobrevivemos até a uma bola na trave no último minuto do tempo extra (alguns não tiveram a mesma sorte).

James Rodriguez comemora seu gol contra o Uruguai: te
cuida, Brasil! (foto: Getty Images)
Agora é hora de encarar a Colômbia, que fez o que quis contra o Uruguai.

Aliás, os sul-americanos, campeões da Copa América de 2001, já declararam que vão de igual para igual. Nada mais óbvio, até mesmo porque eles têm James Rodriguez em grande fase.

Do mesmo lado da chave, teremos França e Alemanha. Enquanto os franceses venceram com certa naturalidade a Nigéria por 2 a 0, os alemães só despacharam a Argélia na prorrogação.

Não será fácil, mas eu acho que a França se "vingará" das derrotas injustas de 1982 e 1986.

Os outros dois jogos prometem muito também. A Argentina penou para eliminar a Suíça, com direito a muito drama e uma bola na trave sofrida no último minuto. Mas passaram.

De Bruyne abriu o caminho belga para as quartas de final:
o melhor jogo da Copa! (foto: Matt Dunham / AP)
Agora, a esperança é de manter a regularidade contra a Bélgica, que venceu os Estados Unidos no que foi até agora o melhor jogo da Copa do Mundo deste ano: um show de defesas magistrais de dois dos melhores goleiros do mundo: Howard e Courtois.

Para completar, um confronto que, a princípio, pode ter vencedor definido. Só que a Costa Rica ensinou ao mundo, neste Mundial, que uma equipe bem arrumada pode fazer estragos e causar surpresas.

Então é bom a Holanda abrir o olho, porque seu triunfo diante do México foi muito mais por erro dos "chicos" do que por mérito laranja. Para a Costa Rica fazer mais uma vítima, não precisa muito.

Aliás, o jogo contra a Grécia foi um dos mais equilibrados. E foi mais um a ser decidido na marca da cal.

O lance capital: Robben é derrubado por Rafa Marquez aos
46 do segundo tempo! (foto: AP)
Então, segue abaixo o resultado das partidas das oitavas de final:

Brasil 1 (3 x 2) 1 Chile
Colômbia 2 x 0 Uruguai
França 2 x 0 Nigéria
Alemanha 2 x 1 Argélia
Holanda 2 x 1 México
Costa Rica 1 (5 x 3) 1 Grécia
Argentina 1 x 0 Suíça
Bélgica 2 x 1 Estados Unidos

E assim segue a Copa do Mundo. Com muito bom futebol dentro dele, muita confusão fora e a carga de emoção e imprevisibilidade que todos nós gostamos no esporte.

E quem não gosta de surpresa, vá assistir tênis!

Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google+ Adicionar ao Tumblr Adicionar ao Linkedin Adicionar ao Blogger Adicionar ao Wordpress Enviar por e-mail Imprimir

Nenhum comentário:

Postar um comentário

OBS: Comentários anônimos serão excluídos. Para inserir o seu nome, basta clicar em "Nome/URL". Não é necessário preencher o campo URL caso não tenha!

No lugar do nome, podem colocar o Twitter, o e-mail ou o site pessoal. Mas não pode ficar anônimo!