Páginas

domingo, 6 de julho de 2014

A dois passos do paraíso

David Luiz marcou um golaço e depois confortou James Rodriguez: um
exemplo a ser seguido! (foto: Natasha Pisarenko / AP)
Depois de sessenta jogos, eis a hora da verdade!! Mais quatro jogos para conhecermos o campeão mundial!! As quartas de final da Copa do Mundo tiveram sua carga de emoção. Mas acabou prevalecendo uma certa lógica.

Brasil 2 x 1 Colômbia

Se para nós, brasileiros, o jogo contra a Colômbia não foi tão dramático quanto o confronto diante do Chile, terminou com preocupação: a contusão de Neymar, após uma dividida desleal do Zuñiga. Desleal não por ter acertado o joelho nas costas, mas sim, porque ele não veio de frente. O colombiano veio nas costas do 10 brasileiro.

Neymar deixa o campo direto para o hospital: fratura e
adeus à Copa! (foto: Fabrice Coffrini / AFP)
Mesmo com a vitória por 2 a 1, não tivemos muitos motivos para comemorar. Neymar fraturou a coluna e está fora da Copa.

Hora de Felipão mexer bem no time - e de Fred resolver jogar de verdade. Até porque a semifinal, na terça-feira, em Belo Horizonte, será diante da Alemanha. E também não contaremos com Thiago Silva, suspenso.

Alemanha 1 x 0 França

Ou seja, hora de se superar. Até porque a Alemanha foi muito bem diante da França. O gol logo no início, marcado pelo zagueiro Hummels, jogou um balde de gelo na equipe treinada por Didier Deschamps. Mas a França foi muito bem e criou várias chances de empatar.

O problema é ter que contar com Griezmann e Giroud. Aí não há Benzema que resolva.

E quando ele resolvia, tinha um Neuer no gol que aniquilava qualquer esperança de empate. De qualquer forma, fica o registro: a França, a continuar nesse ritmo, vai lutar pelo caneco em 2018!!

Argentina 1 x 0 Bélgica

Do outro lado, dois jogos muito bons. Os nossos vizinhos abriram o placar cedinho. Enfim, ALELUIA, Higuain resolveu aparecer e marcou o gol numa de suas características: rapidez de pensamento.

Hazard chamou a responsabilidade e foi o principal nome dos belgas, mas desta vez não deu. O time de Marc Wilmots mostrou a que veio e, mantendo a base, vai incomodar na Rússia.

Holanda 0 (4 x 2) 0 Costa Rica

Krul, o pegador de pênaltis da Holanda: maluquice de Van
Gaal que deu certo! (foto: Ivan Pacheco / Abril)
E depois de 24 anos, nossos vizinhos voltam a uma semifinal. Contra a Holanda, com quem os argentinos jogaram quatro vezes: 1974, 1978, 1998 e 2006. Foram duas vitórias para cada lado. Este quinto confronto será um bom teste para os holandeses, três vezes vice-campeões mundiais.

Muito provavelmente seja a última Copa do Mundo dos três principais nomes: Sneijder, Robben e Van Persie. E nem mesmo esse trio poderoso conseguiu passar pelo melhor goleiro desta Copa: Navas. O arqueiro costarriquenho trancou o gol a sete chaves e, junto com os erros calamitosos da arbitragem, foi o principal responsável por fazer a Costa Rica sair da Copa INVICTA!!

Sim, vitória nos pênaltis não contam para as estatísticas da Copa do Mundo, ou seja, o empate por 0 a 0 faz o time da América Central deixar esta edição do Mundial sem perder nenhum jogo!! Mítico!!

Nos pênaltis, uma pergunta povoava a cabeça de todos: a maluquice de Louis Van Gaal (em tirar o goleiro Cilessen, titular incontestável, para colocar Krul, famoso por pegar muitos pênaltis) daria certo?

Deu. Muito certo. A ponto do titular, que saiu irritado, ter comemorado feito um louco. Krul, com certeza, fará o mesmo na quarta: vai apoiar Cilessen de forma monstruosa.

E assim as semifinais ficaram definidas: na terça-feira, Brasil x Alemanha, em Belo Horizonte. Na quarta, Argentina x Holanda, em São Paulo. Quem irá ao Maracanã no domingo??

Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google+ Adicionar ao Tumblr Adicionar ao Linkedin Adicionar ao Blogger Adicionar ao Wordpress Enviar por e-mail Imprimir

Nenhum comentário:

Postar um comentário

OBS: Comentários anônimos serão excluídos. Para inserir o seu nome, basta clicar em "Nome/URL". Não é necessário preencher o campo URL caso não tenha!

No lugar do nome, podem colocar o Twitter, o e-mail ou o site pessoal. Mas não pode ficar anônimo!