Páginas

sexta-feira, 20 de junho de 2014

A força latina

"Baila baila comigo...". James Rodriguez marca o primeiro gol contra a Costa
do Marfim: a dança da classificação! (foto: Getty Images)
Impressionante o bom futebol que os sul-americanos vêm apresentando "em casa"! Ontem, mais duas seleções protagonizaram grandes partidas.

Grupo C:
Colômbia 2 x 1 Costa do Marfim
Japão 0 x 0 Grécia

Pelo Grupo C, a Colômbia manteve-se invicta na Copa ao derrotar a boa seleção da Costa do Marfim. Ambas haviam vencido na estreia e lutavam por uma classificação antecipada.

Na partida, os sul-americanos mostraram que a ausência de Falcão Garcia foi bem reposta. Quinteros e Rodriguez marcaram os gols colombianos - e comemoraram com muita dança - enquanto Gervinho descontou para os marfinenses com um golaço.

Mesmo com a derrota, a equipe africana só depende de si na última rodada. Basta vencer a Grécia para se classificar. Aliás, são três equipes em busca de uma vaga. A Colômbia se classificou graças ao empate entre Japão e Grécia. Por sinal, foi um jogão. Um dos melhores da Copa.

Katsouranis é expulso depois de receber o segundo cartão
amarelo: jogaço! (foto: iol.pt)
Os nipônicos "alugaram" o meio de campo e praticamente dominaram a partida, embora chances claras de gol tenham surgido de ambos os lados. O zero a zero foi injusto - era partida para terminar, pelo menos, 3 a 3. Para completar, a arbitragem de Joel Aguilar foi perfeita. Um alento para a sequência do Mundial.

A disputa vai ser ferrenha na última rodada. O Japão precisa vencer a Colômbia e torcer para a Costa do Marfim perder para a Grécia. Já os gregos precisam fazer a sua parte diante dos africanos, além de fazer uma figa para a Colômbia não perder para o time da terra do sol nascente.

Grupo D: Uruguai 2 x 1 Inglaterra

Mas quem vai precisar rezar muito é a Inglaterra. Os súditos da Rainha perderam para o atual campeão da Copa América e precisam de uma bela combinação de resultados.

Foi um jogo altamente disputado, sem bola perdida e com ambas as equipes buscando o gol durante os 90 minutos. Enfim, Rooney desencantou e marcou seu primeiro gol em Copas. Mas brilhou a estrela de Luis Suarez.

Suarez e Cavani comemoram o primeiro gol: contusão que
virou emoção e alegria! (foto: EFE)
O atacante uruguaio, que quase ficou de fora do Mundial devido a uma contusão, anotou os dois gols da Celeste e deu sobrevida ao time, após a derrota para a Costa Rica. Não teve como conter a emoção ao final da partida.

Hoje, o time da Concacaf enfrenta a Itália. A Inglaterra precisa desesperadamente torcer por uma vitória da Itália para voltar a ter chances, mesmo estando zerada.

O Uruguai jogará a vida diante dos tetracampeões na rodada decisiva. E mais uma vez a Inglaterra morrerá na praia? Veremos! Porque, mesmo diante dos problemas extra-campo (como os chilenos que invadiram a sala de imprensa do Maracanã ou os idiotas que soltaram fogos de artifício em um bar repleto de torcedores ingleses), a Copa do Mundo está valendo a pena.

Mesmo a gente sabendo que ela será usada para fins eleitoreiros depois que acabar.

Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google+ Adicionar ao Tumblr Adicionar ao Linkedin Adicionar ao Blogger Adicionar ao Wordpress Enviar por e-mail Imprimir

Nenhum comentário:

Postar um comentário

OBS: Comentários anônimos serão excluídos. Para inserir o seu nome, basta clicar em "Nome/URL". Não é necessário preencher o campo URL caso não tenha!

No lugar do nome, podem colocar o Twitter, o e-mail ou o site pessoal. Mas não pode ficar anônimo!