Páginas

sexta-feira, 9 de maio de 2014

Além do limite

Gilles Villeneuve controla seu carro em Mônaco: um mito para muitos; ídolo
para todos, mesmo sem título! (foto: divulgação)
Já se passaram 32 anos, mas a reverência só aumenta!

Em 1982, o mundo do esporte a motor perdeu Gilles Villeneuve, vítima de um acidente fatal em Zolder. Seu estilo de pilotagem, extremamente agressivo, impressionava a todos. Inclusive seu companheiro de equipe, Jody Scheckter, resumiu a forma de Villeneuve pilotar: "Enquanto eu queria me manter vivo, Gilles queria ser o mais rápido sempre – mesmo nos testes". Preciso!

Mesmo sem ter conquistado um título na categoria máxima, o canadense deixou para sempre seu nome na história. Coube a seu sobrinho, Jacques, a primazia de eternizar o sobrenome na galeria dos campeões.

A idolatria a ele é eterna. Infelizmente, não mais veremos outro piloto igual Gilles Villeneuve na Fórmula 1.

Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google+ Adicionar ao Tumblr Adicionar ao Linkedin Adicionar ao Blogger Adicionar ao Wordpress Enviar por e-mail Imprimir

Nenhum comentário:

Postar um comentário

OBS: Comentários anônimos serão excluídos. Para inserir o seu nome, basta clicar em "Nome/URL". Não é necessário preencher o campo URL caso não tenha!

No lugar do nome, podem colocar o Twitter, o e-mail ou o site pessoal. Mas não pode ficar anônimo!