Páginas

sábado, 14 de dezembro de 2013

A última pá de cal

Heverton em ação contra o Grêmio: uma burrada que pode rebaixar a Lusa
e salvar o Fluminense - de novo! (foto: Reginaldo Castro / Folhapress)
Portuguesa x Grêmio. Uma partida que pouco interessa ao campeonato, já que a Portuguesa estava livre da degola. Heverton entra aos 35 minutos do segundo tempo.

Na segunda-feira, uma denúncia do STJD: o jogador estava suspenso e não poderia atuar.

Começou o rebuliço: "é pra salvar o Fluminense", "vergonha", "o futebol brasileiro é lamentável" e coisas do tipo brotaram nas redes sociais.

Vou tecer minha opinião de forma breve: se a Portuguesa errou, que pague. Mas caso seja rebaixada, o mesmo STJD dará mostras de que julga de acordo com o clube, pois em 2010 o Fluminense não foi punido com perda de pontos pela escalação de Tartá. Este ano, o Cruzeiro também teve situação semelhante e levou apenas uma multa.

Por que a Portuguesa será rebaixada? Só por que não é do Rio de Janeiro? Só por que não é do clube dos "grandes"? E se fosse ao contrário (Fluminense com jogador irregular e Portuguesa na zona da degola), o STJD abriria o processo? DU-VI-DO!

Pelo menos o presidente do Flamengo (surpreendentemente) foi sensato: "rebaixar a Portuguesa acabaria de vez com a seriedade do nosso futebol". Perfeito.

Se a mesma tiver que cair, que suba o Icasa, quinto da Série B. Mas outra manobra com o ÚNICO propósito de salvar o Fluminense não será tolerada por muitos.

Isso tudo em ano de Copa do Mundo. É, Brasil...

Atestado de incompetência

Por falar nisso, a DFB (Deutsche Fussball Bund, Federação Alemã de Futebol) se mostrou extremamente insatisfeita com as instalações situadas próximo aos locais onde jogará na primeira fase. E afirmou que ela mesma irá construir seu alojamento, na pequena cidade de Santo André, na Bahia.

É um soco no estômago, uma punhalada nas costas e uma facada no coração ao mesmo tempo para nossos governantes!

Jogou?

Pobre Ponte Preta. Nas quartas de final, contra o Velez, parecia uma veterana em competições sul-americanas, tamanha a precisão na catimba, na provocação e no futebol. Nas semifinais, contra o São Paulo, a Macaca virou King Kong e superou até mesmo a retirada de seu estádio.

Mas na final... parecia o Santos diante do Barcelona, em 2011.

Em nada a Ponte Preta lembrou um time que estava a um simples 1 a 0 do título continental. O Lanús não tinha nada a ver com isso e aproveitou para matar o jogo no primeiro tempo e administrar no segundo.

Torço apenas para que o time campineiro use essa derrota como fonte motivacional para voltar à Série A do Brasileirão no ano que vem. E que a torcida esteja do lado do time.

O caminho para o Marrocos

As equipes já conhecem os grupos da Libertadores 2014.

Os grupos da Copa Libertadores de 2014 - e os confrontos da Pré: nada de
moleza no caminho do penta! (arte: Esporte Interativo)
Os brasileiros não tiveram uma vida tão fácil, não. Principalmente o Grêmio, que caiu no grupo da morte. Não me lembro de um grupo tão difícil quanto esse desde que a Libertadores passou a misturar os times, em 2000.

De qualquer forma, vai o pedido a Atlético-MG, Cruzeiro, Grêmio, Atlético-PR, Flamengo e Botafogo: tragam o penta!

Bicicleta para quê?

Para encerrar meu resumo, um desabafo aos vereadores e prefeito de Santos e a todos os envolvidos na obra do VLT.

Desde o início foi anunciado que o trem passaria no meio da Avenida General Francisco Glicério. O que é o mais óbvio, para não atrapalhar o trânsito para quem faz contornos à direita. Até uma centopeia treinada com carinho e ensinada com dedicação sabe disso.

Só que vocês sabem como é a oposição, né? Em todo lugar do Brasil eles só querem fazer barulho sem um argumento TÉCNICO! E começaram com a imbecil história de que o trem passaria no meio apenas por causa do Armênio Mendes, dono (entre vários outros prédios comerciais e residenciais) do Mendes Convention Center, situado na rua citada. Porra, parte do terreno do empreendimento já seria cedido sem ônus à obra de qualquer forma, com rua ou com trem passando em frente ao local.

Mas a oposição nunca quer perder. E transformaram essa idiotice em verdade absoluta, sem se preocupar com a cidade e sem apresentar nada como alternativa. A onda é falar mal por falar mal. Fora que chamar o VLT de "trenzinho do Geraldo" soa como provocativo e uma afronta àqueles que utilizarão o serviço.

Caralho, será que essa gentalha (principalmente a terceira idade, que já vetou um monte de projeto) não pensa na cidade, mas apenas neles mesmos? Eu mesmo mal andarei de VLT (e não sou eleitor do Alckmin, nem de ninguém), afinal, sou mais a minha bicicleta. Mas nem por isso estou contra a obra. Pelo contrário. Acho que ajudará e muito na locomoção de pessoas entre Santos e São Vicente (e futuramente pela Baixada Santista inteira).

No fim, parece que o VLT vai passar na lateral, e não no meio.

Aí eu pergunto: além do trânsito, que piorará consideravelmente, por onde passará a ciclovia? Sim, porque não há NENHUM projeto alternativo de ciclovia com o VLT na lateral.

Ou seja, os ciclistas que tomem no cu, é isso? E tem gente que diz que Santos é referência nacional. Só se for na babaquice, mesquinharia e egoísmo!!

Tá na hora do mar buscar o que é seu de vez!!

Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google+ Adicionar ao Tumblr Adicionar ao Linkedin Adicionar ao Blogger Adicionar ao Wordpress Enviar por e-mail Imprimir

Nenhum comentário:

Postar um comentário

OBS: Comentários anônimos serão excluídos. Para inserir o seu nome, basta clicar em "Nome/URL". Não é necessário preencher o campo URL caso não tenha!

No lugar do nome, podem colocar o Twitter, o e-mail ou o site pessoal. Mas não pode ficar anônimo!