Páginas

segunda-feira, 28 de outubro de 2013

Mais um para incomodar

Pol Espragaró (à direita): o mais novo campeão da Moto2: agora é só
felicidade! (foto: motogp.com)
São Pedro deu uma trégua. E o GP do Japão, válido pelo Mundial de Motovelocidade, pôde ser realizado.

Foi um fim de semana bem recheado de sentimentos dos mais variados. Começando pela Moto3, onde o líder do campeonato, Luis Salom, abandonou a prova. Tensão! Mas assistiu ao erro de Maverick Viñales na última volta, que permitiu a primeira vitória de Alex Marquez. Salom tem, agora, 300 pontos, contra 298 de Viñales e 295 de Alex Rins. Alívio!

Ou seja, são apenas cinco pontos separando três pilotos. Quem vencer, conquista o título, independente da posição dos adversários. Imprevisibilidade!

Olha a cara de preocupação de Marc Marquez com a vitória
de Jorge Lorenzo! (foto: motogp.com)
Na MotoGP, Jorge Lorenzo venceu, seguido por Marc Marquez e Daniel Pedrosa. Com o resultado, o número 26 dá adeus às chances de título desta temporada. Tristeza!

Mesmo com o triunfo em solo japonês, Lorenzo não depende de si. Muito menos da ajuda de Valentino Rossi. Conformismo! Para conquistar o tricampeonato, precisa vencer e torcer para que Marc Marquez chegue em quinto, o que significa que o novato tem a faca e o queijo na mão para ser campeão no ano de estreia. Despreocupação!

Quem já está definida é a Moto2. Tudo bem, Scott Redding não perdeu o título nesta prova, mas em uma série de péssimas atuações nas quatro últimas etapas, que permitiram a Pol Espargaró ter a vantagem no Japão.

Na largada, um gravíssimo acidente envolvendo o inglês, que acabou atropelando Esteve Rabat, cuja queda fez derrubar a moto de Dominique Aegether. Medo! Felizmente, ninguém corre risco de morte!

Com a queda de seu adversário direto na briga pelo caneco, o espanhol número 40 da Pons já tinha o título em mãos. Mas a vitória veio para coroar um ano brilhante tanto do irmão de Aleix (campeão das CRTs) quanto de Sito Pons, que não teve vergonha de voltar para a "segunda divisão" e montar um timaço que permitiu a seus pilotos brigarem pelo campeonato.

Pol se despede da Moto2 com a conquista irretocável - com uma pitada de sorte. Irá para a Tech3, a melhor equipe satélite da MotoGP. E com a moral elevada! Alegria, alegria!

Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google+ Adicionar ao Tumblr Adicionar ao Linkedin Adicionar ao Blogger Adicionar ao Wordpress Enviar por e-mail Imprimir

Nenhum comentário:

Postar um comentário

OBS: Comentários anônimos serão excluídos. Para inserir o seu nome, basta clicar em "Nome/URL". Não é necessário preencher o campo URL caso não tenha!

No lugar do nome, podem colocar o Twitter, o e-mail ou o site pessoal. Mas não pode ficar anônimo!