Páginas

segunda-feira, 8 de julho de 2013

Uma mão na roda

Sebastian Vettel comemora sua primeira vitória em casa: caminho firme
rumo ao tetracampeonato! (foto: Getty Images)
Não sei se seria correto dizer que Sebastian Vettel parte para o tetracampeonato.

Mas dá para afirmar que o caminho está sendo trilhado com sucesso. O alemão venceu em Nurburgring e manteve-se firme na ponta da tabela. Foi a primeira vitória do alemão em casa.

A corrida foi marcada por inúmeros imprevistos, desde engraçados até tensos. O mais preocupante deles aconteceu nos boxes, quando a Red Bull "esqueceu" de apertar a roda traseira direita de Mark Webber, o australiano foi liberado e a roda que se soltou atingiu violentamente a um cinegrafista da FOM, que teve costelas e ombro fraturados, além de uma concussão. Felizmente, não passou disso, porque poderia ser pior.

Àquela altura, Felipe Massa já estava fora da prova. O brasileiro rodou ao final da reta principal e, ao tentar voltar, viu seu câmbio ficar travado em quinta marcha. Outro que decepcionou depois de um bom treino foi Nico Rosberg, que mal apareceu na prova. Aliás, ele e Lewis Hamilton protagonizaram um vexame completo em terras saxônicas.

Ao contrário deles, quem andou muito bem foi a dupla da Lotus. Kimi Raikkonen tinha tudo para vencer a prova caso não parasse nos boxes faltando 12 voltas. O motivo ninguém vai saber, mas se o finlandês ficasse na pista, venceria, pois a vantagem era grande. Mas os pneus Pirelli não inspiram mais confiança, aí já viu, né?

O momento cômico da prova (que poderia ser trágico) foi quando Jules Bianchi abandonou a prova perto da chicane que antecede a última curva. Seu carro ficou parado na grama. Ou pelo menos deveria ficar, pois o mesmo saiu de marcha-ré, atravessando a pista para o outro lado. Por sorte, nenhum carro veio em direção ao desgovernado bólido da Marussia.

Com o primeiro posto, Sebastian Vettel segue firme na ponta da tabela, com 157 pontos. O segundo colocado segue sendo Fernando Alonso, com 123 pontos, seguido de Kimi Raikkonen (116), Lewis Hamilton (99) e Mark Webber (93).

Em três semanas teremos o travadíssimo e modorrento GP da Hungria. Com 34 pontos de vantagem, alguém arrisca cravar que teremos em breve mais um tetracampeão?

Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google+ Adicionar ao Tumblr Adicionar ao Linkedin Adicionar ao Blogger Adicionar ao Wordpress Enviar por e-mail Imprimir

Nenhum comentário:

Postar um comentário

OBS: Comentários anônimos serão excluídos. Para inserir o seu nome, basta clicar em "Nome/URL". Não é necessário preencher o campo URL caso não tenha!

No lugar do nome, podem colocar o Twitter, o e-mail ou o site pessoal. Mas não pode ficar anônimo!