Páginas

sexta-feira, 21 de junho de 2013

Praticamente definido

Neymar comemora mais um golaço: classificação garantida! Que venha
a Itália! (foto: Vanderlei Almeida / AFP)
A segunda rodada da Copa das Confederações praticamente definiu os classificados. Mas não foi só isso:

Brasil 2 x 0 México: para quem esperava dificuldades, até que o resultado foi bom. Assim como na partida contra o Japão, Neymar abriu o placar com um sem-pulo sensacional, logo no início da partida. O jogo ficou morno a partir daí, já que o México, hoje, não tem uma equipe capaz de brigar por muita coisa. No final, um lance espetacular do camisa 10 para Jô definir o placar e a classificação. Podemos criticar quanto quisermos, mas o fato é que o time começa a apresentar resultados justamente quando precisa.

Itália 4 x 3 Japão: um jogaço. Isso já define o embate entre italianos e japoneses. Perdendo por 2 a 0, a Azurra buscou a virada. Os nipônicos empataram e tiveram todas as chances do mundo para virar novamente. Era uma chance do gol perdida atrás da outra. O castigo veio no fim, em um contra-ataque fulminante. Classificação assegurada para os tetracampeões, mas essa zaga, francamente, vai botar tudo a perder...

David Villa consola o goleiro Roche após a falha no sexto
gol: seriedade e lealdade! (foto: AFP)
Nigéria 1 x 2 Uruguai: era jogo de vida ou morte para os campeões da Copa América. Uma derrota significava a eliminação. Portanto, o time lançou-se ao ataque. E deu certo. Dois veteranos que precisavam mostrar serviço urgente decidiram o jogo: Lugano e Forlán. De nada adiantou o golaço de Obi Mikel. A Nigéria, mais uma vez, debochou da partida e pagou caro por isso. Só uma vitória contra a Espanha classifica o campeão africano.

Espanha 10 x 0 Taiti: o placar é o de menos. Comecei assim o texto da semana passada. Esse jogo tirou vários pontos positivos. A seriedade da Espanha, mesmo sem jogar 100% do que sabe, surpreendeu. Talvez os titulares não tivessem toda essa vontade. Outro ponto positivo foi a lealdade dos taitianos, que em momento algum desceram a porrada. No final, a imagem que fica é da torcida aplaudindo o esforço dos campeões da Oceania. Fernando Torres ressaltou o espírito esportivo do time. Isso é respeito. Mesmo com uma goleada dessas.

Amanhã teremos a decisão do grupo 1. Brasil e Itália se enfrentam em busca da primeira colocação. Um empate basta para o Brasil, provavelmente, enfrentar o Uruguai nas semifinais.

Então, que o time entre em campo com a mesma raça que a população demonstra nas ruas.

Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google+ Adicionar ao Tumblr Adicionar ao Linkedin Adicionar ao Blogger Adicionar ao Wordpress Enviar por e-mail Imprimir

Nenhum comentário:

Postar um comentário

OBS: Comentários anônimos serão excluídos. Para inserir o seu nome, basta clicar em "Nome/URL". Não é necessário preencher o campo URL caso não tenha!

No lugar do nome, podem colocar o Twitter, o e-mail ou o site pessoal. Mas não pode ficar anônimo!