Páginas

segunda-feira, 27 de maio de 2013

Tal pai, tal filho

Nico Rosberg ergue o troféu de vencedor: enfim, uma vitória na atual
temporada! (foto: AFP)
Exatos 30 anos depois, um Rosberg volta a vencer nas ruas mais charmosas do automobilismo mundial!

Coube a Nico Rosberg, enfim, conquistar a primeira vitória da Mercedes na atual temporada. O triunfo em solo monegasco foi tranquilo até demais, se compararmos que a turma do fundão se esgoelou em busca de melhores posições. Sebastian Vettel e Mark Webber completaram o pódio.

Nesse ínterim, Felipe Massa arrebentou mais uma vez a sua Ferrari da mesma exata forma com que tinha arrebentado no treino livre de sábado, na Saint-Devote. A diferença é que desta vez ele foi parar no hospital, com dores no pescoço, mas foi liberado logo em seguida.

Outro que passou um susto daqueles foi Pastor Maldonado, atingido bisonhamente por Max Chilton, que fechou a porta sem ver que o venezuelano estava ao seu lado. A pancada na Tabac destruiu a proteção de borracha e fez a bandeira vermelha ser acionada. Felizmente, o piloto da Williams saiu andando, sem maiores sustos.

O inglês da Marussia, em compensação, deve ter aprendido com Romain Grosjean, que abalroou Daniel Ricciardo na entrada da chicane do Porto, sem mais nem menos. O francês, que vinha comportado na temporada, teve a primazia de se acidentar quatro vezes no fim de semana. Como resultado da total culpa no acidente com o australiano da Toro Rosso, o francês vai perder 10 posições no GP do Canadá.

Mas nada foi tão genial nessa prova quanto dois pilotos que abriram caminho à força: Adrian Sutil e Sergio Perez. suas ultrapassagens arrojadas deixaram claro que, se a corrida não valesse pontos, seria muito mais divertida.

O mexicano da McLaren, inclusive, foi vítima no acidente com Kimi Raikkonen. Embora nenhum dos dois tivesse culpa, nota-se que o finlandês foi ingênuo ao querer fechar a porta, pois ele tem muito mais a perder no campeonato. O resultado foi um pneu furado para o campeão de 2007 e a consequente recuperação esplendorosa, ultrapassando seis carros nas voltas finais.

Com o resultado, Sebastian Vettel segue líder, com 107 pontos. Kimi Raikkonen (86) e Fernando Alonso (78) vêm logo atrás.

A próxima prova acontece no dia 9 de junho, no Canadá. Ultrapassagens serão frequentes até em excesso. Batidas também.

Será uma boa hora para descobrir se, de fato, Nico Rosberg pode lutar pelo título!

Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google+ Adicionar ao Tumblr Adicionar ao Linkedin Adicionar ao Blogger Adicionar ao Wordpress Enviar por e-mail Imprimir

Nenhum comentário:

Postar um comentário

OBS: Comentários anônimos serão excluídos. Para inserir o seu nome, basta clicar em "Nome/URL". Não é necessário preencher o campo URL caso não tenha!

No lugar do nome, podem colocar o Twitter, o e-mail ou o site pessoal. Mas não pode ficar anônimo!