Páginas

domingo, 26 de maio de 2013

A cereja que faltava

Comemore, Tony. Enfim, a glória no piso sagrado de Indianápolis!
(foto: Jonathan Ferrey / Getty Images)
Dia 26 de maio. A data que prova que, às vezes, no esporte a motor, uma única corrida pode significar muito mais que um título.

"Ah, Rodrigo, deixa disso, uma única corrida?". Não é qualquer uma. São as 500 Milhas de Indianápolis. E, em 2013, deu Brasil!! Deu Tony Kanaan!!!

O que for dito aqui pode soar como chavão, ou clichê, mas há tempos não víamos uma prova tão equilibrada como essa. Totalmente indefinida até a volta 180, quando a maioria dos pilotos fez sua última parada. O brasileiro da KV aproveitou, ultrapassou e se impôs com estilo na corrida, que era dominada pelos pilotos da Andretti.

Aí veio a penúltima bandeira amarela. A relargada. A ultrapassagem com precisão cirúrgica, para não queimar a linha de chegada. A liderança. A batida de Dario Franchitti. A bandeira amarela final.

E depois disso veio o chôro e a festa. Campeão em 2004, Kanaan ficou um pouco marcado pela absurda falta de sorte no oval mais famoso do mundo. Em 2012, um terceiro lugar parecia pôr fim à zica.

Hoje, isso tudo foi pelos ares!! Comemore, Tony! Mais do que ninguém, você merecia eternizar seu nome na galeria dos campeões da prova!!



Para quem não conseguir ouvir direto, baixe aqui!

Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google+ Adicionar ao Tumblr Adicionar ao Linkedin Adicionar ao Blogger Adicionar ao Wordpress Enviar por e-mail Imprimir

Nenhum comentário:

Postar um comentário

OBS: Comentários anônimos serão excluídos. Para inserir o seu nome, basta clicar em "Nome/URL". Não é necessário preencher o campo URL caso não tenha!

No lugar do nome, podem colocar o Twitter, o e-mail ou o site pessoal. Mas não pode ficar anônimo!