Páginas

terça-feira, 2 de outubro de 2012

Sem preocupações

Ainda há esperança para Daniel Pedrosa (foto: divulgação)
A MotoGP desembarcou em terras espanholas mais uma vez. Sim, a prova do último fim de semana foi a terceira no país. Mais um capítulo da batalha pelo título, entre Jorge Lorenzo e Daniel Pedrosa.

Quem se deu melhor foi o espanhol da Repsol/Honda, a quarta vitória dele no ano. As próximas provas são favoráveis à Honda. Mas, por enquanto, é inútil. Jorge Lorenzo já conseguiu a vantagem de poder ficar em segundo até o fim da temporada para levantar o caneco pela segunda vez.

A corrida foi movimentada até certo ponto. Principalmente no pelotão de trás. Numa dessas disputas, Valentino Rossi quase atropelou a moto de Jonathan Rea (substituto de Casey Stoner, que segue em recuperação), escapou e voltou à pista em último. Completaria em oitavo, dando uma pequena amostra do que ainda será capaz de fazer com a Yamaha, em 2013.

Se a briga pela liderança foi morna (já que Lorenzo não dificultou a ultrapassagem para Pedrosa), a batalha pelo terceiro lugar foi bastante acirrada. Stefan Bradl estava com a faca e o queijo na mão, porém "cortou o dedo".

Quando já havia assumido o terceiro posto e começava a abrir distância para Carl Crutchlow, da Tech3, o alemão da LCR caiu sozinho e abandonou. Não foi desta vez que o atual campeão da Moto2 conseguiu o seu primeiro pódio na categoria.

Com a vitória, Dani Pedrosa diminui mais um pouco a desvantagem para Jorge Lorenzo no campeonato (290 x 257). Mesmo assim, Dani ainda precisa que Jorge Lorenzo chegue, ao menos, uma prova em terceiro - e que ele ganhe todas.

Mas há um porém: com exceção do GP da Holanda, onde foi tirado da prova por Alvaro Bautista, Jorge Lorenzo completou as outras corridas somente em primeiro e segundo.

Exatamente o que precisa para conquistar o bicampeonato.

E a Repsol/Honda implora a volta de Casey Stoner.

Nas outras categorias, também deu Espanha. Luis Salom (Moto3) e Pol Espargaró (Moto2) venceram as provas. Mas a liderança não mudou de mãos: Sandro Cortese e Marc Marquez caminham firmes e fortes para o título.

Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google+ Adicionar ao Tumblr Adicionar ao Linkedin Adicionar ao Blogger Adicionar ao Wordpress Enviar por e-mail Imprimir

Nenhum comentário:

Postar um comentário

OBS: Comentários anônimos serão excluídos. Para inserir o seu nome, basta clicar em "Nome/URL". Não é necessário preencher o campo URL caso não tenha!

No lugar do nome, podem colocar o Twitter, o e-mail ou o site pessoal. Mas não pode ficar anônimo!