Páginas

terça-feira, 18 de setembro de 2012

Quarto lugar de ouro

E pensar que no início da temporada ele era um azarão...
(foto: Robert Laberge / Getty Images / AFP)
A última etapa da Fórmula Indy, na volta de Fontana à categoria, faria um dos tabus ser quebrado, ambos durando seis anos: o triunfo da Penske ou de um americano.

A segunda opção saiu consagrada. Ryan Hunter-Reay levou o título ao completar a prova em quarto e ver seu rival ser apenas o 24º, depois de bater sozinho mais uma vez.

A prova tinha tudo para reservar uma grande disputa entre ambos. Ela chegou a acontecer entre as voltas 49 e 52. Foi quando o australiano se afobou e rodou sozinho, dando adeus às chances de conquistar o campeonato que escapou pelos seus dedos também em 2010 e 2011.

A Penske, em um esforço sobrenatural, recolocou Power de volta à prova apenas para que o piloto ultrapassasse Ernesto Viso, conquistasse a 24ª posição e dificultasse o trabalho do piloto da Andretti: Hunter-Reay teria que chegar em quinto para ser campeão.

Várias bandeiras amarelas foram acionadas durante a corrida. Uma delas, para Tony Kanaan, que bateu na volta 241, quando disputava a quarta posição. Nesse caso específico, a bandeira vermelha foi acionada, para evitar que a prova terminasse com o safety-car na pista. Não adiantou muito: na última volta, Takuma Sato espatifou seu carro no muro e deu a vitória na prova à Ed Carpenter, com Dario Franchitti e Scott Dixon completando o pódio.

Hunter-Reay completou na quarta posição e comemorou o título para a Andretti, que não vencia desde 2007. Esta temporada que, por sinal, teve a Ganassi, dominadora das quatro últimas temporadas e equipe de melhor retrospecto desde 2003 (quando se uniu a categoria) e que, pela primeira vez na história da categoria chegou à última prova sem disputar o título.

Quanto à Penske... que draga, hein?

Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google+ Adicionar ao Tumblr Adicionar ao Linkedin Adicionar ao Blogger Adicionar ao Wordpress Enviar por e-mail Imprimir

Nenhum comentário:

Postar um comentário

OBS: Comentários anônimos serão excluídos. Para inserir o seu nome, basta clicar em "Nome/URL". Não é necessário preencher o campo URL caso não tenha!

No lugar do nome, podem colocar o Twitter, o e-mail ou o site pessoal. Mas não pode ficar anônimo!