Páginas

terça-feira, 12 de junho de 2012

Pintando o sete

Enfim, ele venceu! (foto: AP)
Tudo parecia ir contra. Mas, finalmente, Lewis Hamilton venceu em 2012.

A categoria agradece, afinal, o inglês da McLaren se torna o sétimo vencedor diferente em sete corridas disputadas até aqui.

O fim de semana em Montreal começou muito bem para Hamilton, que dominou todos os treinos livres. Mas na hora da classificação, coube a Sebastian Vettel fazer a pole. Na corrida, os dois – mais Fernando Alonso – andaram juntos nas três primeiras posições, enquanto Felipe Massa rodava sozinho quando era o quinto.

O destaque inicial coube a Paul Di Resta, da Force India. Mas, no final, ele perdeu o “título”. Já explico o porquê.

Antes, é preciso salientar o ótimo pit stop da Ferrari que colocou Alonso na liderança da prova. E tudo se encaminhava para uma vitória vermelha, não fosse por um detalhe: os pneus.

Montreal é uma pista com asfalto bastante abrasivo. Resultado: podendo levar somente pneus macios e supermacios, muitos precisaram fazer uma segunda parada para troca de pneus. Entre eles, Massa, Hamilton e Vettel. Tudo parecia perdido para a McLaren. Mas Lewis arriscou e começou a diminuir cerca de 3 segundos por volta; ultrapassou os dois rivais e conquistou a vitória, para a alegria da sua namorada, Nicole Scherzinger.

O pódio foi completado, pasmem, por Romain Grosjean e Sergio Perez. Vettel, em quarto, ainda se deu ao luxo de fazer a melhor volta da prova. Alonso, que podia ter vencido, pagou o preço da incompetência ferrarista, que não o chamou para uma segunda troca de pneus. E o espanhol foi apenas o quinto.

Felipe Massa foi o 10º. Bruno Senna, bom, ninguém o viu. Depois do pancadão na sexta-feira, o brasileiro da Williams se arrastou durante todo o fim de semana. E completou apenas na 17ª posição.

E, como sempre, o momento bizarro da prova. Desta vez, coube a Michael Schumacher, cuja asa móvel não voltou ao normal, ou seja, ficou presa na “posição DRS”, o que acarretou no seu abandono, já que ele corria o risco de ser desclassificado se voltasse à pista fora do regulamento.

O campeonato segue emparelhado: Lewis Hamilton com 88 pontos, Sebastian Vettel com 86 e Fernando Alonso com 85. O que vai acontecer em Valencia? Bom, os três começam a aparecer como postulantes ao título. Mas, depois de sete vencedores diferentes, ninguém mais pode prever nada.

Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google+ Adicionar ao Tumblr Adicionar ao Linkedin Adicionar ao Blogger Adicionar ao Wordpress Enviar por e-mail Imprimir

Nenhum comentário:

Postar um comentário

OBS: Comentários anônimos serão excluídos. Para inserir o seu nome, basta clicar em "Nome/URL". Não é necessário preencher o campo URL caso não tenha!

No lugar do nome, podem colocar o Twitter, o e-mail ou o site pessoal. Mas não pode ficar anônimo!