Páginas

segunda-feira, 18 de junho de 2012

O verdadeiro espírito das quatro rodas

Tréluyer, Lotterer e Fässler: assim como em 2011, eles
voltaram a triunfar em Le Mans! (foto: lemans.org)
Não quero tecer comentários sobre qual prova é a mais importante, mais charmosa ou mais endinheirada. Muitos falam que são as 500 Milhas de Indianapolis, outros dizem que são as 24 horas de Le Mans. São duas coisas distintas.

Bom, sobre a prova de turismo, talvez a vitória mais avassaladora da história da Audi: o pódio todo composto pelos pilotos que correram pela equipe das argolas (e seriam os quatro primeiros, caso Marc Gené não fizesse burrada e não batesse sozinho na chicane Mulsanne. Simplesmente patético). Aumente a importância da vitória da Audi o fato deste ser o primeiro carro híbrido a triunfar no solo francês. A honra coube ao trio Andre Lotterer, Benoit Tréluyer e Marcel Fässler. Bicampeões, aliás.

Quem impediu a quadra alemã foi a Toyota, que colocou seu Rebellion Lola pilotado por Nicolas Prost, Neel Jani e Nick Heidfeld na quarta posição, entitulando-se a "melhor do resto".

Mas o destaque mais que positivo vai para a tentativa desesperada de Satoshi Motoyama. O japonês guiava o Delta Wing/Nissan (sim, o carro do Batman, como dizem) junto com Marino Franchitti e Michael Krumm. Porém, o japonês foi jogado pra fora por outro nipônico, Kazuki Nakajima (quem mais poderia ser?) e, desesperado para tentar arrumar o carro (como mostra o vídeo abaixo), caiu no chôro quando a situação tornou-se impossível de ser resolvida.




O público presente no local aplaudiu a tentativa de Motoyama de fazer o carro voltar a funcionar.

Fico me perguntando se não valeria algum troféu, medalha ou homenagem, tipo "honra ao mérito". Afinal, Satoshi Motoyama representou, nessas longas 24 horas no circuito de Le Sarthe que a vontade de correr pode ser mais importante do que vencer.

Porque o triunfo da Audi era mais que esperado. Já a atitude de Motoyama merece ser eternizada.

Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google+ Adicionar ao Tumblr Adicionar ao Linkedin Adicionar ao Blogger Adicionar ao Wordpress Enviar por e-mail Imprimir

Nenhum comentário:

Postar um comentário

OBS: Comentários anônimos serão excluídos. Para inserir o seu nome, basta clicar em "Nome/URL". Não é necessário preencher o campo URL caso não tenha!

No lugar do nome, podem colocar o Twitter, o e-mail ou o site pessoal. Mas não pode ficar anônimo!