Páginas

sexta-feira, 20 de abril de 2012

É proibido perder!

Agora não tem desculpa. Chegou a hora das oitavas de final da Copa Libertadores da América. Entre os 16 melhores do continente, cinco brasileiros.

E o que esperar a partir de agora? Partidas disputadas, muitas vezes decididas com raça e dedicação, preterindo à disciplina tática. Vejamos, pois, o que pode-se dizer de cada um dos confrontos. Lembrando que a ordem das partidas se dará na ordem do chaveamento.

Eis os confrontos!
Fluminense x Internacional: duelo brasileiro nunca dá para cravar algo. Mesmo se classificando como o pior segundo colocado, o Internacional não passou sustos e já venceu duas Libertadores. O Fluminense tem jogado um futebol ofensivo, com resultados positivos. Parece ser o favorito, mas... ser o primeiro colocado na fase de grupos nunca é garantia.

Unión Española x Boca Juniors: deixaram o multicampeão argentino passar de fase. Agora entra em cena a raça, a garra e a determinação da equipe papa-títulos da América do Sul. Mas terá que mostrar mais serviço para bater a equipe chilena, que fez o que quis na primeira fase.

Universidad do Chile x Deportivo Quito: a zebra acaba por aqui. Depois de eliminar Defensor e Chivas Guadalajara, não dá para imaginar a equipe equatoriana eliminando o time que foi a sensação do segundo semestre de 2011. La U avança sem sustos.

Libertad x Cruz Azul: outro confronto que parece decidido, a meu ver. Os mexicanos não contam com um time bom, e nada leva a crer que os paraguaios terão maiores dificuldades em avançar para as quartas de final.

Corinthians x Emelec: eliminar Flamengo e Olimpia seria considerado um marco para a equipe da energia elétrica do Equador. Não é bem assim; o time é bom. Mas a forma com que o Corinthians se impôs na primeira fase garante um certo favoritismo para os brasileiros.

Lanus x Vasco: talvez um dos duelos mais imprevisíveis. Os argentinos foram muito bem na primeira fase, sem levar grandes sustos. Já os cruz-maltinos apresentaram um futebol bastante elogiado por todos. Duelo para ser decidido nos detalhes. Mas acho que dá Vasco.

Santos x Bolívar: típico confronto do super favorito contra a altitude, certo? Errado. Os bolivianos se superaram e surpreenderam. Talvez seja, das surpresas, a que tem mais condições de avançar. Tudo depende do jogo em casa, na altitude de La Paz. Quanto ao atual campeão, bom, o que se espera é sempre um time bem ofensivo, apesar do Muricy ter suas quedas por retranca. Se sair da altitude com um empate, leva a vaga.

Velez Sarsfield x Atlético Nacional: não se iludam. Os colombianos têm time para ir longe. Totalmente sem favoritos; o campeão de 1994 terá que demonstrar mais do que a camisa e a tradição para superar um Nacional que, talvez seja melhor do que o time vice-campeão mundial, em 1989.

Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google+ Adicionar ao Tumblr Adicionar ao Linkedin Adicionar ao Blogger Adicionar ao Wordpress Enviar por e-mail Imprimir

Um comentário:

  1. Desse mata-mata, neste momento, só vejo 2 confrontos como incógnitas. Nacional x Vélez, Cruz Azul x Libertad. Nos demais, favas contadas.

    Dos brasileiros, ao meu ver, o Vasco e o Inter estão abaixo dos demais rivais e não devem ter vida longa no torneio.

    Aposto na queda do Inter agora e na do Vasco, no máximo, nas quartas para o Corinthians.

    Abraços.
    Gabriel Casaqui
    http://obotecoesportivo.blogspot.com.br/2012/04/soy-loco-por-ti.html
    @botecoesportivo

    ResponderExcluir

OBS: Comentários anônimos serão excluídos. Para inserir o seu nome, basta clicar em "Nome/URL". Não é necessário preencher o campo URL caso não tenha!

No lugar do nome, podem colocar o Twitter, o e-mail ou o site pessoal. Mas não pode ficar anônimo!