Páginas

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Um time cinco estrelas

Enfim, o grito de pentacampeão pôde ser solto!!

Em um campeonato que, lamentavelmente, ficará marcado pela péssima arbitragem e algumas trapalhadas do STJD, venceu a equipe mais regular. Afinal, ninguém fica 26 das 38 rodadas na liderança.

Se faltou brilhantismo, sobrou eficiência e conjunto. O Corinthians foi o rei das vitórias com placar mínimo. Mas termina a disputa com a defesa menos vazada: apenas 36 gols sofridos.

Como de costume, as provocações e "indiferenças" com a conquista alvinegra começaram com a expulsão JUSTA de Valdívia, que tentou acertar uma cotovelada em Jorge Henrique. Provocações do tipo "começou a roubalheira", "campeonato armado" e, por parte dos santistas, "fiquem com o Brasileiro que nós iremos para o Mundial".

(aliás, um parêntese para a mais tosca e inútil das provocações: "o Corinthians não ganharia se o Santos disputasse o campeonato pra valer". Ué, não disputou porque não quis. O Internacional em 2006, também foi ao Mundial. E terminou o Brasileirão na segunda posição. Corinthians (em 2002) e Vasco (em 2011) venceram a Copa do Brasil e, em nenhum momento, abandonaram o Brasileirão. O Cruzeiro, em 2003, papou as duas. E o São Paulo, em 1992, foi às finais do Brasileirão, ganhou o Paulistão (que era no segundo semestre), venceu a Libertadores e conquistou o primeiro dos seus três títulos mundiais. O que o Santos fez nesse campeonato se chama FALTA DE COMPROMETIMENTO, além de uma soberba ridícula para um time que tem dois craques e um artilheiro - e só. E a torcida está com despeito da conquista, porque, em 2010, eles supervalorizaram a Copa do Brasil, que sempre disseram ser "torneio de time médio e pequeno". Então, menos!)

O Palmeiras, que estava melhor no clássico, desmoronou.

A expulsão de Wallace, também JUSTA, deixou a torcida tensa. E o alívio veio no apito final, no Rio de Janeiro, com o empate do Vasco contra o Flamengo.

Festa no Pacaembu. Festa dos mais de 30 milhões de corinthianos, espalhados por todo o país. O Corinthians se torna a terceira equipe a conquistar o pentacampeonato, atrás dos hexas São Paulo (1977, 1986, 1991, 2006, 2007 e 2008) e Flamengo (1980, 1982, 1983, 1987 - junto com o Sport -, 1992 e 2009).

Sim, apenas esses. Santos e Palmeiras são contabilizados como octacampeões apenas por uma decisão estúpida e política da CBF, que só serviu para acabar com o brilho da antiga Taça Brasil, tão importante quanto o atual Brasileirão. Mas as coisas devem ser separadas. Assim como o Fluminense é apenas bicampeão, e Botafogo, Bahia e Cruzeiro possuem somente um título.

No dia que o futebol brasileiro perdeu um de seus maiores jogadores (e um líder nato fora dele), o Campeonato Brasileiro termina com a marca do mais perfeito equilíbrio. O título está em boas mãos. Assim como estaria se o Vasco tivesse triunfado.

Mas hoje o Brasil é preto e branco, maloqueiro e sofredor. Graças a Deus!

Parabéns, Corinthians!!

Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google+ Adicionar ao Tumblr Adicionar ao Linkedin Adicionar ao Blogger Adicionar ao Wordpress Enviar por e-mail Imprimir

Um comentário:

  1. PQ EU SOU MALOQUEIRO!
    PQ EU SOU MALOQUEIRO!
    SOU CORINGÃO, SOU CORINGÃO!!!
    VAI CORINTHIANS!
    VAI CORINTHIANS!
    LOUCO POR TI CORINTHIANS!
    LOUCO POR TI CORINTHIANS!
    ÉS MINHA VIDA, ÉS MINHA RAZÃÃÃÃÃOOO!!!

    OS sardinhas (ISSO, NO DIMINUTIVO MESMO) SÃO UNS PODRES... ARREGARAM...RS

    CORINTHIANS! O MAIS INVEJADO, O MAIS ODIADO!!! OS ANTIS SENTEM MAIS ÓDIO DO CORINTHIANS DO QUE AMOR PELO CLUBE DELES... KKKKKKK... Ô DÓ! QUERIAM SER GRANDES E QUERIAM UMA TORCIDA MARAVILHOOOOOOOOSA QUE NEM O BANDOOOOOOOOOOO!!!!!!!

    ResponderExcluir

OBS: Comentários anônimos serão excluídos. Para inserir o seu nome, basta clicar em "Nome/URL". Não é necessário preencher o campo URL caso não tenha!

No lugar do nome, podem colocar o Twitter, o e-mail ou o site pessoal. Mas não pode ficar anônimo!