Páginas

quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

Bateu na trave

Pois é, leitores. Para tristeza deste radialista, o Brasil está fora do Mundial de Handebol 2011. A derrota nas quartas de final acabou com o sonho de pódio dentro de casa.

Uma pena, pois a expectativa era grande por um resultado melhor do que o sétimo lugar, conquistado em 2003. Esse resultado ainda pode acontecer, caso o Brasil vença a Croácia, nas "semifinais" da disputa pelo 5º lugar.

Mas não era bem assim que imaginávamos. Ainda mais depois da partida de ontem, contra a Espanha. O Brasil jogou muito bem, mas se perdeu na ansiedade e no nervosismo, além da ótima atuação da goleira espanhola Silvia Navarro.

A 1 minuto do fim do jogo, porém, o lance capital.

O Brasil tinha a posse de bola, uma jogadora a menos e poderia gastar do jeito que bem entendesse. O jogo estava empatado em 26 a 26. Entra em cena o tempo técnico pedido pelo comandante brasuca, Morten Soubak.

A Espanha, descontrolada e desorganizada que estava, pôde receber instruções do técnico. Resultado: o que cheirava a classificação brasileira ou, ao menos, prorrogação, acabou em uma marcação individual, uma roubada de bola, o contra ataque e o gol da classificação espanhola às semifinais.

A Espanha se junta a Noruega, França e Dinamarca.

Para a gente, a sensação de que este time pode surpreender em Londres. E esperamos que, mesmo com a falta de divulgação, o Mundial sirva para criar uma geração de jovens jogadoras.

Nos outros jogos, surpresa apenas para a desclassificação da Rússia, atual tricampeã. Confira o placar dos jogos:

Rússia 23 x 25 França
Angola 23 x 28 Dinamarca
Croácia 25 x 30 Noruega
Brasil 26 x 27 Espanha

As semifinais acontecem amanha (sexta-feira). O Brasil joga a repescagem pelo quinto lugar às 14:30. E tomara que o desânimo não atinja o time.

Porque, por mais que a derrota tenha vindo dos próprios erros, não há como criticar a atuação de um time que não recebe o apoio que merece (sim, apoio do COB, do Governo e de empresas). Assim como tantos outros. Por isso os elogios e comentários do tipo "valeu, meninas" lotaram o Twitter, ao invés de lotar com as críticas.

Ao contrário de uma certa seleção masculina de futebol...

Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google+ Adicionar ao Tumblr Adicionar ao Linkedin Adicionar ao Blogger Adicionar ao Wordpress Enviar por e-mail Imprimir

Nenhum comentário:

Postar um comentário

OBS: Comentários anônimos serão excluídos. Para inserir o seu nome, basta clicar em "Nome/URL". Não é necessário preencher o campo URL caso não tenha!

No lugar do nome, podem colocar o Twitter, o e-mail ou o site pessoal. Mas não pode ficar anônimo!