Páginas

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

Culpa de quem, afinal?

A discussão sobre o novo estádio do Corinthians, anunciado na festa dos 100 anos do clube, ainda rende discussão.

"Será uma roubalheira", muitos dizem. "O Andrés se uniu ao Ricardo Teixeira só pra tirar vantagem", bradam outros. "Vai ter ajuda do Governo porque o Lula é corinthiano", gritam alguns.

Por partes, como diria alguém:

Primeiro, há de se salientar que o investimento para a construção do estádio corinthiano está orçado de acordo com tudo que será necessário, inclusive para a abertura da Copa do Mundo de 2014, que não pode ser em outro lugar, senão a terceira maior cidade do mundo. Todos os itens do contrato estão bem claros, inclusive quanto ao uso do nome do estádio após a construção; a venda do nome (esqueci o nome em inglês).

Depois, se o Andrés se uniu ou não ao Ricardo Teixeira, é problema dele. O que interessa é que ele, como presidente do alvinegro fez muita coisa pelo time: tirou-o da Série B, ganhou Paulistão e Copa do Brasil um ano depois e, este ano, só foi eliminado da Libertadores por causa do regulamento (e por causa do Moacir). Além de fazer o possível para sanar algumas dívidas. Não é pouco.

Terceiro, se o Lula é corinthiano - e se o Governo tem como ajudar -, ótimo. Só sendo muito imbecil para não perceber que uma Copa pode trazer umas 30 vezes mais dinheiro do que se gasta. Copa do Mundo fora da cidade de São Paulo é impossível, diga-se.

A maior revolta parte dos são-paulinos, que teriam o Morumbi excluído "por pressão do Andres". Quanta asneira...

Vale a pena ler o que o Benjamin Bach escreve em seu blog. Mas vou tratar de alguns pontos:

Primeiro, quem começou a dar prejuízo ao Morumbi foi o próprio São Paulo, na época do chaveirinho (mais conhecido como Marco Aurélio Cunha), que vivia falando mal dos grandes da capital e descumpriu alguns acordos verbais quanto a clássicos, o que provocou a ira dos outros três grandes (que, desde 2008, não jogam mais no Morumbi, o que esvaziou e muito os cofres do tricolor).

E o mais importante, se tratando de Copa do Mundo: qual a estrutura que o Morumbi oferece aos torcedores? Visão altamente ruim para cadeirantes??? Calhas que desembocam direto na arquibancada, criando uma espécie de cachoeira no meio da torcida?? A escassez total de vagas de estacionamento e transporte público no entorno do estádio??

O que os dirigentes do São Paulo devem entender é que o Morumbi já foi o melhor estádio particular do Brasil. Foi, já era. Hoje, não é nem sombra do que se pode chamar de estádio de primeiro mundo.

E é isso que não dá pra entender: como um time altamente profissional pode superestimar um estádio que precisa - e muito - de reformas??? É igual ao Engenhão, no Rio de Janeiro. Gastou-se uma fortuna em um estádio que não atende a quase nenhuma exigência da FIFA para Copa do Mundo. E não falo de luxo, e sim, de itens básicos.

Passou da hora do São Paulo olhar para o próprio umbigo. A pífia campanha do time no Brasileirão mostra isso.

Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google+ Adicionar ao Tumblr Adicionar ao Linkedin Adicionar ao Blogger Adicionar ao Wordpress Enviar por e-mail Imprimir

7 comentários:

  1. Ah Rodrigo!

    Cara... não coloca o SP nesse rolo não. O fato de terem 100 anos não diz nada.

    Qual o principal objetivo de um clube? Ganhar título não?

    TÍTULOS...

    Olhe pra história do SP, olhe para os títulos do DP, não só quantidade, olhe para a qualidade dos títulos do SP, não esqueça do Noroeste de Bauru tbm tem 100 anos.

    Não coloque o tricolor nesse rolo.

    abs.

    ResponderExcluir
  2. Não é o SP, e sim, quem o preside atualmente!!!

    História por história, o SP tem bem mais.

    ResponderExcluir
  3. Bom, em suma, eu confesso que não entendi muito bem onde você quis chegar, começou falando sobre o estádio terminou dizendo que o São Paulo tem que olhar para o próprio umbigo. Como disse o Benja, devemos colocar a razão à frente dos clubes.

    Mas como você mesmo disse, vamos por partes.

    Primeiro, o Andrés se uniu SIM ao Ricardo Teixeira para sair beneficiado, pois ninguém chega perto do RT por ele ser "bonitinho" - e essa união se deu na Copa 2010.

    Sobre o estádio, ele está orçado em NÃO SER a sede da Copa. Está orçado para 48 mil pessoas. E só. O restante fala-se em "esforços" da FIFA e da CBF para o restante da obra. Esforços FINANCEIROS. Com o Morumbi nem "esforço moral" tinha.

    Mas ok, O Andrés leva X%, o Jerome Valcke leva X% e o Lula leva X%.

    Aproveitando o gancho sobre dinheiro:

    A Copa não trará um lucro 30x vezes maior que o gasto. Até porque o nosso querido presidente supramencionado isentou a FIFA de todos os impostos, que somariam 1 bilhão de reais. Ou seja, eles veem, fazem a Copa e vão embora. De graça. (Isenta um impostinha aí pra mim, Lula?)

    Sobre o Andrés com o Corinthians:

    Não, ele NÃO salvou o Corinthians, porque foi ele quem afundou o Corinthians com a MSI, lembra? O saldo dele em questão de resultado é 0. Rebaixou e trouxe de volta.

    Sobre o Morumbi:

    Claro, o Morumbi não serve pra Copa do jeito que está. Iria se adequar do mesmo jeito que a terra em itaquera não serve e irá se adequar. Para tanto, fez inúmeros projetos da mesma forma que o Corinthians fez. Mas o do Morumbi não servia. Por quê? Porque não. O do Corinthians, sem o presidente da CBF ver, já estava aprovado.

    A justificativa do Presi foi "mara". Ele disse que o Andrés tem credibilidade, logo ele confia. HAHAHAHAHA!

    Qual a credibilidade que um empresário parceiro de Kia - proibido de entrar em vários países por crimes de lavagem de dinheiro - tem?

    Quanto ao Marco Aurério Cunha, ele sempre ironizou e tirou sarro dos rivais, mas nunca passou dos limites ao ponto de prejudicar times nos bastidores.

    Não ligo de o Corinthians fazer estádio. Pelo contrário, fiquei feliz e aplaudo até a parte de ser escolhida a sede sem que o presidente da CBF veja o projeto, já que foi tão criterioso com o Morumbi ao passo em que disse não a tantas propostas de adequação.

    Enfim, por aí vai, mas já falei demais, não quero perder tanto tempo com essa sujeirada toda aí.

    ResponderExcluir
  4. O importante é ter um estadio decente. Não aflorem seus sentimentos "clubianos".

    ResponderExcluir
  5. O São Paulo fala tanto do Andres Sanches... e o tal do Juvenal, o que ele fez pelo clube dele?

    ResponderExcluir
  6. "O São Paulo fala tanto do Andrés..." Pergunto: O que o São Paulo fala do Andrés?

    ResponderExcluir
  7. O Andre acredita que o "Paulistinha" vai cair.

    ResponderExcluir

OBS: Comentários anônimos serão excluídos. Para inserir o seu nome, basta clicar em "Nome/URL". Não é necessário preencher o campo URL caso não tenha!

No lugar do nome, podem colocar o Twitter, o e-mail ou o site pessoal. Mas não pode ficar anônimo!